saúde

Nos próximos dias o Aterro Sanitário de Nova Andradina entra em atividade, regulamentado pela Política Nacional de Resíduos Sólidos, confirmando para o município um novo programa de gerenciamento, destinação e tratamento dos resíduos coletados de residências e empresas localizados no perímetro urbano, sobretudo, da remoção e tratamento gradual do antigo lixão localizado na área institucional destinada ao Aterro Municipal. Conforme os critérios estabelecidos pela Lei Complementar n° 229/2018, inicia a partir do mês de junho a cobrança da taxa de lixo de 2019, que será lançada na conta de água da Sanesul de forma individualizada e discriminada afim de que o contribuinte tenha o conhecimento do valor da taxa. O valor anual devido será parcelado ao longo do ano em 12 parcelas, porém o contribuinte pode optar em pagá-lo em parcela única, requerendo a emissão de guia para o recolhimento no Departamento de Arrecadação do Município. A Prefeitura ressalta que o valor será calculado com base na metragem da área construída e pela quantidade de vezes que o caminhão faz a coleta por semana no bairro. A taxa foi implantada para atender a legislação federal e o seu descumprimento acarretaria em renúncia fiscal e em discordância ao Termo de Ajustamento de Conduta celebrado junto ao Ministério Público Estadual, obrigando o município a instituir o tratamento do lixo. Para sanar demais dúvidas referentes à taxa de lixo o contribuinte pode procurar o Paço Municipal (Av. Antônio Joaquim de Moura Andrade, 541 – Centro), no setor de Tributação.

A Secretaria Municipal de Saúde de Batayporã realizou no último sábado (11) um mutirão de ultrassonografia. A ação teve como objetivo acelerar o atendimento e oferecer o devido suporte aos pacientes do município, uma vez que a demanda por esse exame é crescente.

Os atendimentos foram realizados na unidade de Estratégia Saúde da Família (ESF) Santa Luzia, e os exames conduzidos pelo especialista ultrassonografista, o médio Walter Cremasco Neto. Durante o dia, foram atendidas 36 pessoas para procedimentos em ultrassonografia obstétrica e endovaginal.

Segundo a secretária Marcela Leite, esse tipo de mutirão será realizado quinzenalmente durante três sábados a fim de atender toda a demanda que o município precisa. “Nossa expectativa é minimizar as especialidades de maior demanda e proporcionar mais agilidade e eficiência no tratamento”, afirmou.

De acordo com Gestora, o sistema de mutirões que a Secretaria vem adotando é um dos planos estratégicos da administração para desafogar a fila de espera em algumas áreas, bem como melhorar a qualidade de vida da população de Batayporã.

“Quando assumimos a gestão, várias áreas da saúde apresentavam uma demanda reprimida. Por determinação do prefeito Jorge Takahashi, estudamos uma solução para “desafogar” a espera. Um exemplo foi o mutirão de Oftalmologia realizado em agosto de 2018, em que mais de 1.700 pessoas foram atendidas, zerando a fila de espera de uma demanda que existia a mais de dois anos”, explicou Marcela.

Durante a ação, a Secretaria de Saúde presenteou as mulheres que foram realizar o exame com um ensaio fotográfico, já que no domingo (12) foi celebrado o Dia das Mães. Ideia que teve a intenção de criar vínculos com as pacientes e elevar a autoestima. No caso das grávidas, oportunizou eternizar um momento tão importante que é a gestação.

A sessão de fotos foi viabilizada por meio de uma parceria da Secretaria Municipal de Saúde e do fotógrafo Thiago Odeque.

Comment here