Notícias Gerais

Com 78% dos leitos de UTI ocupados, saúde de Dourados está à beira de um colapso, alertam MPE, MPF e MPT

Nota enviada à redação do Nova News neste sábado (27) pela assessoria de comunicação da Procuradoria Regional do Trabalho da 24ª Região, informa que diante do alarmante aumento dos casos de covid-19, o sistema de saúde pública em Dourados pode estar à beira de um colapso e não suportar a demanda.

Conforme o documento, o Ministério Público Estadual (MPE), o Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público do Trabalho (MPT), cumprindo o dever de transparência, alerta a população que o sistema de saúde de Dourados não está preparado para enfrentar surto elevado de covid-19.

Levantamento realizado pelos órgãos fiscalizadores aponta que atualmente o município de Dourados possui somente 40 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulto destinados para atendimento de pacientes suspeitos e confirmados para a covid-19, sendo que, a taxa de ocupação estaria, conforme dados desta sexta-feira (26), em 78%, ou seja, próxima ao limite máximo.

“Além disso, nos últimos dias, tivemos casos de contaminação de profissionais da saúde que estavam na linha de frente dos atendimentos nas unidades de saúde, havendo dificuldade de se conseguir os profissionais de saúde necessários para montar outros leitos de UTI”, diz um trecho da nota ainda referindo-se a Dourados.

Impacto em Nova Andradina e no Vale do Ivinhema 

O MPE, o MPF e o MPT lembram que Dourados, além de atender a sua própria população, é responsável por também acolher pacientes de muitos municípios do seu entorno.

Neste contexto, é importante destacar que assim como Nova Andradina é referência para o Vale do Ivinhema, Dourados é referência para Nova Andradina, portanto, a taxa de ocupação de leitos de UTI próxima da capacidade máxima impacta diretamente os pacientes atendidos em grande parte de Mato Grosso do Sul.Com relação aos leitos de UTI em Nova Andradina, o Nova News apurou, neste sábado (27), que a taxa de ocupação, tanto dos leitos gerais, quanto daqueles destinados exclusivamente para pacientes vítimas da covid-19 já estava em 50%.

Situação

No boletim epidemiológico deste sábado (27), Dourados aparecia com o registro de mais 62 casos de covid-19 nas últimas horas, totalizando 2.397 confirmações.

A cidade segue como epicentro da covid-19 no Estado, superando Campo Grande, que tem 1.896 casos. Ainda em Dourados, neste sábado (27), o número de suspeitos que aguardam resultados de exames era de 1.704.

Providências

Ainda segundo a nota, desde o início da pandemia, o Ministério Público acompanha e fiscaliza todas as ações de prevenção, controle e estruturação do sistema de saúde local, adotando diversas medidas judiciais e extrajudiciais, com expedição de diversas recomendações ao Poder Público, reuniões com as autoridades municipais e estaduais de Saúde, da Assistência Social e da Educação, entre outras medidas para enfrentamento da crise, sendo que o Ministério Público informa que continuará atento para tomar todas medidas que serão necessárias dentro das suas atribuições e permitidas por lei.

Diante do cenário nada animador, os órgãos solicitam que a população adote as medidas preventivas. “Permaneçam em casa o maior tempo possível e, quando houver necessidade de sair de casa, não saiam com a família toda e usem sempre máscara. Mantenham a distância segura das pessoas e permaneçam atentos às medidas de higiene recomendadas pela Vigilância Sanitária. Não façam nenhum tipo de aglomeração, mesmo em casa com familiares e vizinhos”, afirmam os representantes do MPE, MPF e MPT.A nota, datada de sexta-feira (26), é assinada por Rosalina Cruz Cavagnolli, Amilcar Araújo Carneiro Júnior, Ricardo Rotunno, Luís Gustavo Camacho Terçariol e Fabrícia Barbosa Lima – promotores de Justiça de Dourados; Luiz Eduardo de Souza Smaniotto – procurador da República em Dourados; e Jeferson Pereira – procurador do Trabalho em Dourados.

fonte- Nova News

Comment here